Sabe o que é um Cateterismo Cardíaco?

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Drª.Carolina Vaz Macedo

Validação Científica:

Prof. António Vaz Carneiro

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Cardiologia pelo Prof. Fausto Pinto: Sabe o que é um Cateterismo Cardíaco?

Leia o artigo aqui:

O que é?

O cateterismo cardíaco é um procedimento no qual é inserido um pequeno tubo (cateter) através de um grande vaso sanguíneo no braço ou na perna, que, em seguida, é dirigido até ao coração. Os médicos utilizam o cateter para medir a pressão e os níveis de oxigénio dentro das câmaras cardíacas e, assim, avaliar o funcionamento do coração. Através do cateter, os médicos podem igualmente injectar um corante especial que proporciona uma imagem radiológica da estrutura interna do coração e dos padrões de fluxo de sangue. Em alguns doentes, o corante radiológico é igualmente injectado nas artérias coronárias para identificar áreas que se tornaram estreitadas, procedimento denominado angiografia coronária.

Para que é usado

O cateterismo cardíaco é utilizado para avaliar os doentes que:

  • Vão ser submetidos a uma cirurgia cardíaca, especialmente a uma cirurgia de pontagem coronária (bypass)
  • Podem ter uma doença coronária
  • Podem ter problemas nas válvulas cardíacas, incluindo um estreitamento anormal (estenose), uma fuga (insuficiência) ou um refluxo significativo do sangue através da válvula (regurgitação)
  • Podem ter uma miocardiopatia (uma forma específica de lesão do músculo cardíaco)

Os cateteres cardíacos podem ser utilizados para transportar instrumentos cirúrgicos especiais até ao coração, possibilitando abrir artérias coronárias estreitadas (um procedimento denominado angioplastia coronária) ou corrigir determinados defeitos cardíacos congénitos (de nascença) nas crianças.

Preparação

Antes da intervenção, o médico irá rever a sua história clínica, a sua medicação actual e a sua história de alergias. Se souber que é alérgico ao corante radiológico, informe o médico, pois pode ser necessário utilizar um outro corante que tenha uma menor probabilidade de desencadear alergias ou um medicamento para reduzir a probabilidade de uma reacção alérgica. Além disso, se existir alguma possibilidade de estar grávida, diga-o ao médico antes do cateterismo cardíaco.

Deixe as pulseiras, os colares e os relógios em casa. Alguém terá de o levar a casa quando sair do hospital, pelo que deve providenciar previamente o seu transporte. Siga as instruções do médico no que respeita a ficar sem comer e sem beber antes do seu cateterismo.

Como é realizado

A área do seu braço ou da sua perna onde o cateter será inserido será limpa e escanhoada. Em seguida, irá deitar-se numa mesa sob uma grande máquina de raios-X, diversos eléctrodos (pequenos discos metálicos) de electrocardiograma (ECG) serão colocados nos seus braços e nas suas pernas e irá receber medicação para o ajudar a relaxar. Um cateter endovenoso será inserido numa veia do braço para administrar soros e medicamentos.

Depois de o local do cateter ter sido limpo com uma solução anti-séptica, o médico irá anestesiar a pele e, em seguida, efectuar um pequeno corte para alcançar um grande vaso sob a superfície da pele. O médico insere o cateter no vaso sanguíneo, movimenta-o através do sistema circulatório na direcção do coração e, através da utilização de raios-X, pode visualizar a progressão do cateter num monitor próximo. Uma vez introduzido o cateter no seu coração, este permite medir as pressões no seu interior, obter amostras de sangue, injectar um corante radiológico ou realizar outras funções.

Depois de todos os testes terem terminado, o cateter será removido e o local de inserção será encerrado com pontos, com possível aplicação de um penso especial compressivo. O doente tem de permanecer na cama durante seis a oito horas com o braço ou a perna em extensão com monitorização dos sinais vitais, bem como do pulso, cor e temperatura do membro onde foi inserido o cateter. Será ainda verificado se há hemorragia no local de inserção.

Quando tiver recuperado o suficiente poderá ir para casa e o médico irá dizer-lhe quando é que pode começar a comer e a beber novamente.

Seguimento

Depois do cateterismo cardíaco, o doente deverá evitar actividades extenuantes durante pelo menos 24 a 48 horas e, ao fim de cinco a sete dias, deve regressar ao consultório do médico para uma avaliação.

Riscos

Embora o cateterismo cardíaco seja geralmente um procedimento seguro, existe algum risco das seguintes complicações:

  • Ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral
  • Batimentos cardíacos anormais (arritmia cardíaca)
  • Punção de um vaso sanguíneo ou do coração
  • Hemorragia, coágulo de sangue ou infecção do local de inserção do cateter
  • Obstrução do vaso sanguíneo no braço ou na perna em que foi inserido o cateter
  • Reacção alérgica ao contraste radiológico

Uma vez que alguns destes problemas são potencialmente fatais, o cateterismo cardíaco deve ser sempre efectuado num hospital que disponha de equipamento e pessoal para lidar imediatamente com qualquer complicação.

Quando contactar um profissional

Contacte o médico imediatamente se o local de inserção do cateter ficar inchado, doloroso e vermelho ou se sangrar, bem como se o membro no qual o cateter estava inserido ficar doloroso, frio e pálido, com um pulso fraco ou ausente.

Informação Adicional

Sociedade Portuguesa de Cardiologia
http://www.spc.pt
 
Campo Grande 28, 13º   1700-093 Lisboa
Telefones: 217978605 / 217817630
Fax: 217931095
 
Alto Comissariado da Saúde
http://www.acs.min-saude.pt
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: