Questões comuns sobre o sexo na gravidez

Fonte:

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Dr. Nuno Ferreira

Validação Científica:

Prof.Armando Brito Sá

As questões sobre o sexo durante a gravidez são comuns. Muitos casais querem continuar a manter actividade sexual mas questionam-se se ter relações sexuais irá prejudicar a gravidez. A seguir são apresentadas algumas respostas a perguntas frequentemente colocadas no que diz respeito ao sexo durante a gravidez.

Será seguro ter relações sexuais durante a gravidez?

Sim, com raras excepções. Numa gravidez não complicada não existe evidência de que ter relações sexuais seja perigoso. Existem apenas algumas condições nas quais é recomendada a abstinência das relações sexuais. Estas incluem o trabalho de parto pré-termo e a placenta prévia (uma placenta de implantação baixa, cobrindo a abertura inferior do útero). Estas complicações são pouco frequentes e não são perigosas antes da segunda metade da gravidez. Se a mulher entrar prematuramente em trabalho de parto ou se a ecografia revelar a existência de uma placenta prévia, o médico irá dizer-lhe se necessita de evitar a actividade sexual.

É normal ter aumento ou diminuição do interesse no sexo?

Os níveis de hormonas alteram-se durante a gravidez e uma mulher pode reagir a esta alteração ficando mais ou menos interessada no sexo. As reacções emocionais do casal à notícia de uma gravidez podem igualmente afectar o interesse que o casal sente pelo sexo. As alterações físicas associadas a uma gravidez em desenvolvimento (e ao aumento de volume do abdómen da mãe) podem requerer a experimentação com novas posições e actividades. Se quer manter as  relações sexuais durante a gravidez fale frequentemente com o seu parceiro sobre o seu conforto e interesses. A comunicação é essencial para uma vida sexual satisfatória para ambos os parceiros.

Receio magoar o bebé durante as relações sexuais. Existe risco?

Não. O bebé em crescimento encontra-se bem protegido pelo útero e pelo líquido amniótico. O bebé flutua dentro do útero e não é afectado, mesmo durante uma actividade sexual vigorosa. Durante as relações sexuais, a mulher pode posicionar-se em segurança por baixo, ao lado ou em cima do seu parceiro sem perigo para o bebé.

E quanto aos orgasmos? Por vezes depois de ter relações sexuais sinto dores ou vejo uma gota ou duas de sangue.

Os orgasmos não são perigosos e não irão causar um trabalho de parto ou um parto prematuro. No entanto, por vezes, depois de terem relações sexuais, as mulheres podem sentir dores ou contracções. Isto resulta provavelmente da estimulação do colo do útero. Uma vez que o colo do útero se encontra ingurgitado e bem irrigado por sangue durante a gravidez, podem surgir pequenas perdas de sangue depois da mulher ter relações sexuais. Quaisquer contracções ou hemorragias devem desaparecer depois da mulher repousar uma hora ou duas. Se os sintomas se agravarem ou não desaparecerem rapidamente, contacte o seu médico. Este agravamento não é habitual.

Alguns casais podem notar que as contracções que ocorrem com o sexo durante a gravidez os preocupam tanto que o sexo deixa de dar prazer a um ou a ambos os parceiros. Estes casais podem experimentar outras formas de actividade sexual ou ponderarem a utilização de um preservativo. Algumas substâncias químicas no sémen podem estimular o colo do útero, pelo que a manutenção do sémen dentro do preservativo pode evitar as contracções.

Será o sexo oral adequado durante a gravidez?

Sim. Se proporcionar prazer e for desejável por ambos os membros do casal, não existe razão para evitar o sexo oral.

As infecções são transmitidas ao bebé pelo sexo durante a gravidez?

As infecções sexualmente transmitidas podem constituir uma preocupação especial durante a gravidez. Alguns antibióticos não são seguros para serem utilizados numa grávida. Além disso, as infecções da vagina ou do útero podem estar associadas a um risco aumentado de trabalho de parto prematuro ou podem causar doença no bebé. É importante que as infecções vaginais e genitais sejam identificadas durante a gravidez. O contacto cutâneo deve ser evitado no caso de o seu parceiro apresentar feridas provocadas pelo vírus herpes, uma vez que existe risco de disseminação do herpes para si e para o bebé. O teste do VIH é recomendado para todas as mulheres durante a gravidez. O tratamento irá reduzir o risco do bebé ser infectado pelo VIH.

Informação adicional

Sociedade Portuguesa de Ginecologia e Obstetricia

http://www.spginecologia.pt/

Direcção Geral de Saúde

http://www.dgs.pt/

Advertisements

Uma resposta to “Questões comuns sobre o sexo na gravidez”

  1. Sexo na gravidez « Programa Harvard Medical School – Portugal Says:

    […] o artigo aqui: Questões comuns sobre o sexo na gravidez Share this:TwitterFacebookGostar disto:GostoBe the first to like this . Na categoria Gravidez, […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: