O que é a Hipertensão Arterial?

Fonte:

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Drª.Carolina Vaz Macedo

Validação Científica:

Prof. António Vaz Carneiro

Veja o vídeo aqui:

Leia aqui o artigo:

O que é?
A pressão arterial tem duas componentes:
  • A pressão sistólica, o número mais elevado, representa a pressão que o coração gera para bombear o sangue para o resto do corpo.
  • A pressão diastólica, o número mais baixo, refere-se à pressão nos vasos sanguíneos entre os batimentos cardíacos.
Geralmente, a pressão sistólica aumenta à medida que envelhecemos. No entanto, depois dos 60 anos, a pressão diastólica geralmente começa a diminuir devido ao facto de aumentar a rigidez dos vasos sanguíneos do corpo.
A pressão arterial é medida em milímetros de mercúrio (mmHg), sendo os valores normais definidos como uma pressão sistólica inferior a 120 e uma pressão diastólica inferior a 80. As pessoas com uma pressão arterial sistólica entre 120 e 139 ou com uma pressão arterial diastólica entre 80 e 89 são consideradas como tendo pré-hipertensão. A pressão arterial elevada, ou hipertensão, é dividida em dois estádios:
  • Hipertensão de estádio 1 – Uma pressão arterial sistólica entre 140 e 159 ou uma pressão arterial diastólica entre 90 e 99
  • Hipertensão de estádio 2 – Uma pressão arterial sistólica superior a 160 ou uma pressão arterial diastólica superior a 100.

A pressão arterial elevada pode causar lesões em muitos órgãos, incluindo o cérebro, os olhos, o coração e os rins, assim como nas artérias de todo o corpo. Se tiver uma hipertensão que não tenha sido diagnosticada ou que não esteja a ser tratada adequadamente, apresenta um risco maior de ter um ataque cardíaco, um acidente vascular cerebral e uma insuficiência renal.

Sintomas

De um modo geral, a pressão arterial elevada é frequentemente assintomática e não causa directamente sintomas, mas quando os seus valores são muito elevados, pode causar sintomas como dores de cabeça, tonturas, fadiga e zumbidos nos ouvidos.

Diagnóstico

Uma vez que o diagnóstico de hipertensão depende das leituras da pressão arterial, é essencial que esta seja cuidadosamente medida. Evite praticar exercício intenso, fumar, comer e ingerir bebidas com cafeína (café, chá, coca-cola) durante pelo menos uma hora antes de medir a pressão arterial. Deve permanecer sentado durante pelo menos cinco minutos antes de medir a pressão arterial e não deve falar enquanto está a ser medida. Devem ser registadas duas medições e calculada a sua média. Se a pressão arterial estiver elevada, o médico deve examinar os olhos, o coração e o sistema nervoso (para procurar uma lesão cerebral). Se o exame não revelar nenhuma evidência de uma hipertensão de longa data, o médico irá pedir-lhe para voltar ao consultório pelo menos mais duas vezes para medir a pressão arterial antes de lhe diagnosticar uma hipertensão, pois uma única leitura elevada pode acontecer a qualquer pessoa.

Depois de lhe ter sido diagnosticada uma hipertensão, serão realizados outros testes para verificar se a pressão arterial elevada causou a lesão de algum órgão. Estes testes podem incluir análises de sangue para verificar a função renal e um electrocardiograma (ECG) para procurar identificar a presença de um aumento da espessura do músculo cardíaco, uma redução do fluxo sanguíneo no coração ou ritmos cardíacos irregulares.

A pré-hipertensão, ou seja, leituras acima de 120/80 mas inferiores a 140/90 em três ocasiões separadas, não é uma doença, mas significa que apresenta um risco superior à média de desenvolver hipertensão.

Prevenção

Para prevenir a pressão arterial elevada deve:

  • Efectuar regularmente exercício aeróbico (actividades longas e de baixa intensidade)
  • Limitar a ingestão de sal e de bebidas alcoólicas
  • Ingerir uma dieta rica em fruta e vegetais e com um baixo teor em gorduras saturadas
  • Evitar fumar
  • Manter um peso corporal desejável.

É importante tentar modificar todos os factores de risco para a doença coronária que estão sob o seu controlo. Além das acções acima indicadas, deve:

  • Deixar de fumar
  • Reduzir o colesterol LDL elevado (o colesterol “mau”).

Existe a possibilidade real de poder curar a pressão arterial elevada apenas com alterações do estilo de vida e sem necessidade de recorrer a medicamentos para a pressão arterial.

Tratamento

Os médicos e as pessoas com pressão arterial elevada geralmente preferem controlá-la com alterações do estilo de vida mas, por vezes, são necessários medicamentos para proporcionar um controlo adequado. Os medicamentos anti-hipertensores incluem os diuréticos, os beta-bloqueantes, os inibidores da enzima de conversão da angiotensina, os bloqueadores dos receptores da angiotensina, os bloqueadores dos canais do cálcio e os alfa-bloqueantes. Os médicos tendem a ser mais agressivos na utilização de medicamentos nas pessoas com diabetes, insuficiência renal ou problemas cardíacos, uma vez que estas pessoas apresentam um risco maior de desenvolverem problemas associados à hipertensão.

Quando contactar um profissional

Os adultos devem medir a pressão arterial pelo menos com intervalos de poucos anos. Se a pressão arterial for superior a 120/80 mmHg, programe consultas regulares com o seu médico para monitorizar a pressão arterial e para obter aconselhamento sobre o estilo de vida para prevenir problemas no futuro.

Prognóstico

O prognóstico da pressão arterial elevada depende da sua duração, da sua gravidade e da presença de outras doenças, tais como diabetes, que aumentam o risco de doenças do coração, do cérebro, dos olhos e dos rins. Quando a pressão arterial é adequadamente tratada, o prognóstico é muito melhor. Lembre-se que a hipertensão pode conduzir a um mau prognóstico mesmo que não tenha sintomas e que tanto as alterações do estilo de vida como os medicamentos podem controlar a pressão arterial e melhorar grandemente o seu prognóstico.

Informação Adicional

Sociedade Portuguesa de Cardiologia

http://www.spc.pt

Campo Grande 28, 13º   1700-093 Lisboa

Telefones: 217978605, 217817630

Fax: 217931095

Alto Comissariado da Saúde

http://www.acs.min-saude.pt

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: