Os centrossomas e o cancro do esófago

Prof. Carla Lopes

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre os Centrossomas e o Cancro do Esófago, pela Prof. Carla Lopes: “Os Centrossomas e o Cancro do Esófago”

Leia o artigo aqui:

Nós trabalhamos num consórcio multidisciplinar com biólogos e bioinformáticos do IPO e Harvard Medical School para perceber como é que as alterações celulares estão associadas à tumorigenese. Em particular o foco do meu trabalho é um tipo específico de tumores. O esófago de Barrett é uma condição pré-maligna associada ao desenvolvimento de adenocarcinoma do esófago.

Uma vez que os portadores de esófago de Barrett têm um risco aumentado de desenvolver cancro são incluídos em programas de vigilância endoscópica com o objectivo de detectar alterações neoplásicas em fases precoces susceptíveis de cura. A recolha de amostras por biopsias nas endoscopias periódicas permite avaliar a progressão da doença e dá-nos uma oportunidade única de estudar o processo de carcinogénese desde as fases mais precoces da doença. Muitas das alterações observadas em células cancerígenas são controladas pelo centrossoma, uma das estruturas especializadas da célula.

Pensa-se, por isso, que os centrosomas tenham um papel de relevo nos mecanismos de cancerigénese, tendo já sido demonstradas alterações estruturais e em número dos centrosomas em diversos tumores, nomeadamente em carcinomas da mama, cólon, pâncreas e próstata. No entanto, a causa destas anomalias, e também as suas consequências, permanece desconhecida. Ao caracterizarmos as alterações dos centrosomas no esófago de Barrett esperamos contribuir para a melhor compreensão do processo de cancerigénese e, consequentemente, identificar potenciais marcadores com impacto no diagnóstico e tratamento do cancro.

Projecto financiado pela Fundação para a Tecnologia, no âmbito do Programa Harvard Medical School-Portugal, para investigação impacto de alterações das componentes celulares na progressão de dois tipos de tumores, o adenocarcinoma do esófago e o cancro da mama, nomeadamente na transformação inicial e na formação de metáteses.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: