Corpos estranhos no ouvido

Fonte:

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Dr. Tiago Villanueva

Validação Científica:

Drª Luísa Monteiro

O que é?

Um corpo estranho no ouvido pode ser qualquer objecto localizado no canal auditivo externo (o canal que vai da membrana do tímpano até ao exterior do ouvido) e que normalmente não devia lá estar. Uma pessoa pode colocar um objecto no ouvido de propósito (tal como um cotonete) ou por acidente (por exemplo, um brinco pequeno). As crianças podem colocar muitos objectos pequenos diferentes nos seus próprios ouvidos ou nos ouvidos de outras crianças. Por vezes, um insecto pode rastejar ou voar para dentro do canal auditivo. Quer seja a extremidade de um cotonete quer um pequeno brinquedo, bicos de lápis, tampas de canetas, plasticina, pedaços de tampões de silicone,  é frequente que aquilo que entra no canal auditivo não saia de lá facilmente.

Manifestação clínica

Um corpo estranho no canal auditivo externo geralmente provoca uma sensação estranha ou desconfortável e a audição desse ouvido pode ser afectada. Pode existir dor se o objecto lesar o canal auditivo ou o tímpano ou se causar uma infecção do canal auditivo externo (otite externa). Podem existir zumbidos (acufenos) e, por vezes, tosse seca persistente. Se um insecto se introduzir no canal auditivo externo, a pessoa pode ouvir um zumbido ou sentir comichão e o insecto pode picar ou morder no interior do canal auditivo externo.

Diagnóstico

O médico irá usar uma lupa iluminada denominada otoscópio para observar o interior do canal auditivo externo, para visualizar o objecto e, além disso, para verificar se existe uma infecção ou uma perfuração do tímpano.

Evolução clínica

Os objectos geralmente têm de ser removidos do ouvido. Não é de esperar que eles saiam espontaneamente.

Prevenção

Não use nenhuns objectos, tais como lenços de papel, cotonetes ou palitos, para limpar o canal auditivo externo. Uma causa de perfuração traumática do tímpano é a colocação de um corpo estranho no ouvido.

Tratamento

Não tente remover nenhum objecto por si mesmo, a menos que consiga observá-lo claramente a partir do exterior. Os pequenos objectos por vezes podem cair do canal auditivo externo com a ajuda da gravidade se o ouvido for virado para baixo. Uma criança pode ser encorajada a abanar suavemente a cabeça enquanto mantém a cabeça inclinada com o ouvido para baixo. Nunca abane uma criança num esforço para desalojar um objecto do ouvido.

Se o corpo estranho estiver muito exteriorizado, pode tentar puxá-lo (por exemplo quando se tratar de um algodão ou de um papel) utilizando uma pinça ou os seus dedos; no entanto um médico, com os instrumentos necessários, conseguirá com maior segurança remover a maior parte dos objectos. Muitas lesões do canal auditivo ou mesmo da membrana timpânica causadas por objectos introduzidos no canal auditivo externo ocorrerem quando a pessoa tenta removê-los sem a ajuda do médico. Por vezes, o médico pode retirar o objecto com a ajuda de um jacto de água, de um aspirador ou pode usar um gancho especial, se necessário. O médico efectua uma observação por meio de um instrumento iluminado, denominado otoscópio, depois do objecto ter sido removido, para confirmar se tudo está outra vez normal.

Se existir um insecto no canal auditivo externo, nunca empurre o dedo para o canal, pois isso pode fazer com que o insecto o pique ou morda. Incline a cabeça com o ouvido afectado virado para cima. O insecto pode rastejar para fora do ouvido por si mesmo mas, se não o fizer, coloque algumas gotas de óleo no ouvido. Isto irá sufocar o insecto. O médico pode, em seguida, remover o insecto instilando água limpa no canal auditivo externo.

Quando contactar um médico

A menos que o objecto seja macio e possa ser removido com facilidade, deve consultar o médico para que este proceda à sua remoção.

Prognóstico

A maior parte dos corpos estranhos no ouvido não deixam sequelas depois de terem sido removidos. As medidas tomadas no domicílio para procurar remover um objecto do canal auditivo externo (por exemplo, utilizando pinças ou cotonetes) muitas vezes são ineficazes e prejudiciais, podendo traumatizar o canal auditivo externo, dificultando a extracção pelo médico ou acabar por perfurar o tímpano, o que provoca dores e pode causar perda da audição. Embora o tímpano geralmente cicatrize espontaneamente dentro de, aproximadamente, dois meses, por vezes é necessária uma intervenção cirúrgica.

Informação adicional

Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral

Av. da República, 97 – 1º

1050- 190 Lisboa

Tel: 217 615 250

Apmcg@apmcg.pt

Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

Rua Augusto Macedo, 12-D Escritório 2

1600-503 Lisboa

Tel: 217 120 778/79

http://www.sporl.net

 

Corpos estranhos no ouvido

O que é?

Revisto por Tiago Villanueva a 22-05-2011

Um corpo estranho no ouvido pode ser qualquer objecto localizado no canal auditivo externo (o canal que vai da membrana do tímpano até ao exterior do ouvido) e que normalmente não devia lá estar. Uma pessoa pode colocar um objecto no ouvido de propósito (tal como um cotonete) ou por acidente (por exemplo, um brinco pequeno). As crianças podem colocar muitos objectos pequenos diferentes nos seus próprios ouvidos ou nos ouvidos de outras crianças. Por vezes, um insecto pode rastejar ou voar para dentro do canal auditivo. Quer seja a extremidade de um cotonete quer um pequeno brinquedo, bicos de lápis, tampas de canetas, plasticina, pedaços de tampões de silicone,  é frequente que aquilo que entra no canal auditivo não saia de lá facilmente.

Sintomas

Um corpo estranho no canal auditivo externo geralmente provoca uma sensação estranha ou desconfortável e a audição desse ouvido pode ser afectada. Pode existir dor se o objecto lesar o canal auditivo ou o tímpano ou se causar uma infecção do canal auditivo externo (otite externa). Podem existir zumbidos (acufenos) e, por vezes, tosse seca persistente. Se um insecto se introduzir no canal auditivo externo, a pessoa pode ouvir um zumbido ou sentir comichão e o insecto pode picar ou morder no interior do canal auditivo externo.

Diagnóstico

O médico irá usar uma lupa iluminada denominada otoscópio para observar o interior do canal auditivo externo, para visualizar o objecto e, além disso, para verificar se existe uma infecção ou uma perfuração do tímpano.

Duração esperada

Os objectos geralmente têm de ser removidos do ouvido. Não é de esperar que eles saiam espontaneamente.

Prevenção

Não use nenhuns objectos, tais como lenços de papel, cotonetes ou palitos, para limpar o canal auditivo externo. Uma causa de perfuração traumática do tímpano é a colocação de um corpo estranho no ouvido.

Tratamento

Não tente remover nenhum objecto por si mesmo, a menos que consiga observá-lo claramente a partir do exterior. Os pequenos objectos por vezes podem cair do canal auditivo externo com a ajuda da gravidade se o ouvido for virado para baixo. Uma criança pode ser encorajada a abanar suavemente a cabeça enquanto mantém a cabeça inclinada com o ouvido para baixo. Nunca abane uma criança num esforço para desalojar um objecto do ouvido.

Se o corpo estranho estiver muito exteriorizado, pode tentar puxá-lo (por exemplo quando se tratar de um algodão ou de um papel) utilizando uma pinça ou os seus dedos; no entanto um médico, com os instrumentos necessários, conseguirá com maior segurança remover a maior parte dos objectos. Muitas lesões do canal auditivo ou mesmo da membrana timpânica causadas por objectos introduzidos no canal auditivo externo ocorrerem quando a pessoa tenta removê-los sem a ajuda do médico. Por vezes, o médico pode retirar o objecto com a ajuda de um jacto de água, de um aspirador ou pode usar um gancho especial, se necessário. O médico efectua uma observação por meio de um instrumento iluminado, denominado otoscópio, depois do objecto ter sido removido, para confirmar se tudo está outra vez normal.

Se existir um insecto no canal auditivo externo, nunca empurre o dedo para o canal, pois isso pode fazer com que o insecto o pique ou morda. Incline a cabeça com o ouvido afectado virado para cima. O insecto pode rastejar para fora do ouvido por si mesmo mas, se não o fizer, coloque algumas gotas de óleo no ouvido. Isto irá sufocar o insecto. O médico pode, em seguida, remover o insecto instilando água limpa no canal auditivo externo.

Quando contactar um profissional

A menos que o objecto seja macio e possa ser removido com facilidade, deve consultar o médico para que este proceda à sua remoção.

Prognóstico

A maior parte dos corpos estranhos no ouvido não deixam sequelas depois de terem sido removidos. As medidas tomadas no domicílio para procurar remover um objecto do canal auditivo externo (por exemplo, utilizando pinças ou cotonetes) muitas vezes são ineficazes e prejudiciais, podendo traumatizar o canal auditivo externo, dificultando a extracção pelo médico ou acabar por perfurar o tímpano, o que provoca dores e pode causar perda da audição. Embora o tímpano geralmente cicatrize espontaneamente dentro de, aproximadamente, dois meses, por vezes é necessária uma intervenção cirúrgica.

Informação adicional

Associação Portuguesa de Médicos de Clínica Geral

Av. da República, 97 – 1º

1050- 190 Lisboa

Tel: 217 615 250

Apmcg@apmcg.pt

Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

Rua Augusto Macedo, 12-D Escritório 2

1600-503 Lisboa

Tel: 217 120 778/79

http://www.sporl.net

American Academy of Otolaryngology — Head and Neck Surgery
One Prince St.
Alexandria, VA 22314-3357
Telefone: 703-836-4444
http://www.entnet.org/

Advertisements

Uma resposta to “Corpos estranhos no ouvido”

  1. Corpos estranhos no ouvido « Programa Harvard Medical School – Portugal Says:

    […] o artigo aqui: Corpos estranhos no ouvido Share this:TwitterFacebookGostar disto:GostoBe the first to like this . Na categoria Doenças, […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: