Gravidez Molar

Sofia Ribeiro

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobreGravidez Molar” com a Sofia Ribeiro: Gravidez Molar

Leia o texto do áudio aqui:

Uma gravidez molar ocorre quando o tecido que deve supostamente formar a placenta cresce anormalmente e forma um tumor que se pode disseminar para fora do útero. A maior parte das gravidezes molares não são cancerosas e encontram-se confinadas ao útero.

Muitos dos sintomas são semelhantes aos associados a um aborto. As molas podem causar sintomas durante ou após a gravidez e esses sintomas podem até desenvolver-se depois da mola ter sido removida.

O sintoma mais comum é a hemorragia vaginal, especialmente entre a sexta e a décima sexta semana de gravidez. Outro sintoma é uma hemorragia que se prolonga durante muito tempo após o parto.

A maior parte das hemorragias vaginais durante ou após a gravidez não se encontram associadas a uma gravidez molar. No entanto, a mulher deve comunicar ao médico qualquer hemorragia que ocorra durante a gravidez.

Uma ecografia pélvica pode habitualmente confirmar um diagnóstico de gravidez molar.

 Leio o artigo aqui: Gravidez Molar

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: