Mitos e Crenças na Saúde: as grávidas não devem pintar o cabelo

Prof. Luis Graça

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobreMitos e Crenças na Saúde: as grávidas não devem pintar o cabelo” com Com o Professor Luís Graça: Mitos e Crenças na Saúde: as grávidas não devem pintar o cabelo

As tintas para pintar o cabelo e os produtos químicos usados nas “permanentes” são minimamente absorvidos pela pele, pelo que a probabilidade de virem a ter efeitos sobre o feto é extremamente remota. Por questão de segurança máxima, poder-se-á restringir a sua utilização durante as primeiras 12 semanas da gravidez.
O forte odor que esses produtos emanam pode provocar náuseas ou tonturas na grávida, pelo que deverão ser sempre utilizados em espaços bem ventilados.
Deve sublinhar-se que, ao contrário da pintura capilar, a “descoloração” do cabelo para fazer madeixas é sempre feita com produtos à base de água oxigenada, pelo que podem ser usados durante toda a gravidez.
Deve ter-se em atenção que a biologia capilar se modifica significativamente durante a gestação. Por esse facto, os produtos utilizados para pintar o cabelo podem não surtir efeitos iguais aos observados nas mulheres não grávidas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: