Mitos e Crenças na Saúde: Os abortamentos espontâneos precoces são raros

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobreMitos e Crenças na Saúde: Os abortamentos espontâneos precoces são raros” com o Prof. Luís Graça: Os abortamentos espontâneos precoces são raros

Leia o texto do áudio aqui:

Este mito transmite grande ansiedade à mulher que aborta.

Na verdade, na espécie humana o aborto que ocorre nas primeiras 8 semanas é um acontecimento frequente que, por si só, não tem implicações significativas no futuro reprodutivo.

Grande parte dos abortos precoces ocorre em embriões mal formados, portanto inviáveis.

A grande sensibilidade dos testes de diagnóstico da gravidez identifica muitas gestações antes de elas serem clinicamente reconhecíveis, ou seja, antes de ocorrer a 1ª falta menstrual. Cerca de dois terços destas gestações não irão prosseguir, isto é, depois de ocorrida a falta menstrual verificar-se-á que não existe uma gravidez em evolução.

Das gestações clinicamente reconhecidas, isto é, que eram evolutivas 5 a 6 semanas após o 1º dia do último período menstrual, 10 a 12% virão a perder-se nas semanas seguintes.

Portanto, se teve um abortamento espontâneo precoce, considere isso como um aborrecimento e nunca como uma tragédia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: