Fatores familiares e genéticos na asma de difícil controlo

Drª. Marianela Vaz

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “Fatores familiares e genéticos na asma de difícil controlo” com a Drª Marianela Vaz: Fatores familiares e genéticos na asma de difícil controlo

Leia o texto do áudio aqui:

Cerca de 7-10% dos doentes asmáticos têm sintomas e limitações importantes, exacerbações frequentes e/ou redução persistente da função respiratória, apesar de corretamente medicados. Esta pequena percentagem de doentes de difícil controlo é responsável por grande parte dos custos associados com a asma.

Um número elevado de asmáticos possuem familiares com o mesmo problema, mas a natureza exata da hereditariedade permanece por esclarecer. Existem vários tipos de genes associados à atopia, aos mecanismos da doença e à resposta ao tratamento. Sabe-se que a atopia, isto é a tendência para produzir anticorpos de tipo IgE em resposta à exposição a alergénios, é o fator mais associado à asma e outras doenças alérgicas. No entanto parece que serão os outros genes que estarão relacionados com os tipos clínicos, fisiopatológicos e funcionais de mais difícil controlo.

Anúncios

Uma resposta to “Fatores familiares e genéticos na asma de difícil controlo”

  1. jorge manuel bastos das neves Says:

    Muito interessante e actual. Continuação deste bom trabalho. Parabéns!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: