Edição da manhã, Sic Notícias – Implantes capilares em análise com o Dr. Biscaia Fraga

Dr. Zeferino Biscaia Fraga

O cirurgião plástico, Dr. Zeferino Biscaia Fraga, esteve na edição da manhã da Sic Notícias, para falar sobre o implante capilar.

Veja o vídeo aqui:

Leia o artigo aqui: Implante capilar

Implante capilar

Dr. Zeferino Biscaia Fraga

O que é?

O implante de cabelo recorre ao enxerto de cabelo da própria pessoa. Retira-se uma pequena tira da zona occipital inferior e temporal (onde até os calvos têm cabelo, e onde este é mais forte) e fecha-se completamente esse espaço. Na zona a implantar executam-se pequenos orifícios com laser. O cabelo é implantado no couro cabeludo, um a um. Esta técnica, quando utilizada com recurso aos melhores equipamentos permitidos pela evolução técnica e científica, permite reduzir substancialmente a zona de alopecia de uma forma muito discreta e muito natural, pois é unicamente utilizado o cabelo do próprio.

Dependendo da gravidade da situação, poderá haver necessidade de realizar várias intervenções de forma a atingir o resultado pretendido Leia o resto deste artigo »

Mitos e Crenças na Saúde: as grávidas não devem pintar o cabelo

Prof. Luis Graça

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobreMitos e Crenças na Saúde: as grávidas não devem pintar o cabelo” com Com o Professor Luís Graça: Mitos e Crenças na Saúde: as grávidas não devem pintar o cabelo

As tintas para pintar o cabelo e os produtos químicos usados nas “permanentes” são minimamente absorvidos pela pele, pelo que a probabilidade de virem a ter efeitos sobre o feto é extremamente remota. Por questão de segurança máxima, poder-se-á restringir a sua utilização durante as primeiras 12 semanas da gravidez.
O forte odor que esses produtos emanam pode provocar náuseas ou tonturas na grávida, pelo que deverão ser sempre utilizados em espaços bem ventilados.
Deve sublinhar-se que, ao contrário da pintura capilar, a “descoloração” do cabelo para fazer madeixas é sempre feita com produtos à base de água oxigenada, pelo que podem ser usados durante toda a gravidez.
Deve ter-se em atenção que a biologia capilar se modifica significativamente durante a gestação. Por esse facto, os produtos utilizados para pintar o cabelo podem não surtir efeitos iguais aos observados nas mulheres não grávidas.