Sabia que o padrão de exposição solar parece afectar o risco de desenvolvimento de melanoma?

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Dr. André Carvalho

Validação Científica:

Dr. Ricardo da Luz

Faça o Quiz aqui: Questionário sobre Melanoma

Leia o artigo aqui:

Melanoma

O melanoma é um cancro nas células que dão cor à pele e ocorre quando estas células se modificam e se dividem de forma agressiva. O número de casos de melanoma, o mais mortífero entre os cancros da pele, está a aumentar muito mais rápido do que qualquer outro cancro.

Os médicos não têm a certeza do motivo pelo qual as taxas de melanoma são crescentes, mas a diminuição da camada de ozono, que absorve muita da radiação solar nociva, e a maior exposição da pele ao sol em actividades ao ar livre, poderá justificar este facto.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Carcinoma pavimento-celular da pele

Fonte:

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Dr. André Carvalho

Validação Científica:

Prof.Américo Figueiredo

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Cancro, pelo Prof. Ricardo da Luz: Cancro de Pele

Leia o artigo aqui:

O que é?

As células espinhosas também chamadas queratinócitos são células pequenas e achatadas que constituem a camada mais superficial da pele, designada de epiderme. Quando estas células se tornam cancerosas, elas evoluem tipicamente para tumores planos, salientes ou ulcerados, rodeados por vezes por pele vermelha e inchada – carcinoma pavimento-celular ou espinho-celular da pele.

A maior parte dos casos de carcinoma espinho-celular ocorre em pessoas que passaram muito tempo ao sol devido à sua profissão ? especialmente as de pele clara e olhos azuis. Alguns casos desenvolvem-se numa pele que foi lesada ou exposta a agentes químicos, físicos ou biológicos, como alguns vírus, que podem causar cancro. Este tipo de cancro de células pavimentosas pode desenvolver-se em:

  • Queratoses actínicas ou arsenicais

  • Cicatrizes viciosas de queimadura ou úlceras de longa duração

  • Escroto, pernas e tronco de trabalhadores expostos a químicos agressivos e a agentes como o alcatrão e a fuligem

  • Pele afectada por verrugas genitais (alguns serótipos do vírus do papiloma humano)

  • Em doentes de psoríase que foram tratados com determinadas terapêuticas, nomeadamente ultravioletas e imunossupressores.

  Leia o resto deste artigo »

Questionário sobre as queimaduras solares e protecção solar.

Hoje é Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Pele: Sabe como prevenir as queimaduras solares? Qual é a melhor forma de se proteger do sol? Faça o quizz e teste os seus conhecimentos

Faça o Quiz aqui: Queimaduras Solares e Protecção Solar