Edição da manhã, Sic Notícias – o AVC em análise com a Dra Patrícia Canhão

Assinala-se este sábado o dia nacional do doente com AVC. A neurologista Dra Patrícia Canhão esteve na Edição da Manhã para fazer o ponto da situação desta doença em Portugal

Veja o vídeo aqui:

 

Leia o artigo aqui: Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Anúncios

O que é um Coma e Estado Vegetativo Persistente?

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Drª. Ana Sofia Correia

Validação Científica:

Prof. João Lobo Antunes

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Neurologia pelo Prof. João Lobo Antunes: O que é um Coma e Estado Vegetativo Persistente?

Leia o artigo aqui:

O que é?

Coma é um estado de inconsciência profunda em que uma pessoa parece estar a dormir mas não é despertável.

O estado vegetativo refere-se a outra forma de alteração do estado de consciência na qual a pessoa parece estar acordada mas não interage com o mundo exterior. Nesta situação, os olhos da pessoa podem estar abertos e o doente pode, por exemplo, pestanejar, mover os olhos, emitir sons, gemer, sorrir, chorar, movimentar espontaneamente os membros e ter reacção de sobressalto a um ruído. No entanto, estes doentes não têm respostas comportamentais voluntárias a estímulos e não se expressam nem compreendem a linguagem. O estado vegetativo é persistente quando dura pelo menos 1 mês.

Leia o resto deste artigo »

Dicas sobre Saúde

Sabia que existem actividades estimulantes para exercitar o seu cérebro e que promovem uma melhor comunicação entre as células cerebrais?

Mitos e Crenças na Saúde: No dia-a-dia apenas usamos 10% do nosso cérebro!

Prof.António Vaz Carneiro

Mitos e Crenças na Saúde: No dia-a-dia apenas usamos 10% do nosso cérebro! Neste vídeo o Prof. António Vaz Carneiro, da Faculdade de Medicina de Lisboa explica como na prática todo o cérebro está permanentemente em actividade.
Veja o vídeo aqui:

Mitos e Crenças: O uso intenso de telemóveis provoca cancro cerebral

Prof. António Vaz Carneiro

Vídeo sobre Mitos e Crenças relativo ao efeitos que o uso intensivo dos telemóveis poderá ter na saúde, em particular no cérebro no âmbito do Programa Harvard Medical School Portugal, cujo objectivo é desmistificar algumas crenças populares associadas à saúde. Neste vídeo, o Professor António Vaz Carneiro demonstra através de estudos realizados que não existe qualquer relação entre o uso de telemóveis e o cancro cerebral.
Esta informação não substitui o aconselhamento presencial e individualizado do seu médico assistente.

Veja o vídeo aqui: