Asma em atletas

Prof. André Moreira

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “Asma em atletas” com o Prof. André Moreira: Asma em atletas

A maioria dos atletas experimenta dificuldades respiratórias durante e após treinos e em competição. Apesar de uma grande variedade de condições poder predispor o atleta a esta situação, a causa mais comum é a asma não controlada ou não diagnosticada.

 Entre os atletas Portugueses presentes nos Jogos Olímpicos de Pequim, um em cada cinco tinha asma! Torna-se por isso necessário que treinadores e atletas saibam reconhecer esta patologia.

 A ausência de queixas, ou as manifestações pouco típicas fazem com que os sintomas respiratórios não sejam muitas vezes suficientes para identificar os casos de asma em atletas. Nestes casos, o diagnóstico é baseado na avaliação da função pulmonar, da hiperreatividade brônquica e da inflamação das vias aéreas.

 Ter asma não é nenhuma limitação para a prática desportiva, mesmo de elite. Limitação é treinar durante anos, sem conhecer este diagnóstico, competindo assim em desvantagem.

 Se faz desporto acrescente a avaliação da sua “inspiração” ao ideal olímpico. Respirar bem para ir “Mais longe, mais alto, mais forte”.