A literacia em saúde e a sua importância prática

Prof. António Vaz Carneiro

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “A literacia em saúde e a sua importância prática” com o Prof. António Vaz Carneiro: A literacia em saúde e a sua importância prática

Muita agente acredita que sabe o suficiente sobre saúde para decidir sobre a maioria das situações que ocasionalmente vão surgindo nas suas vidas.

De facto, uma simples constipação, ou uma entorse, ou uma dor de cabeça são habitualmente lidadas sem tratamento, ou com medicação facilmente disponível em farmácias ou outros locais de venda.

E está certo que assim seja, já que a maior parte destas situações evolui favoravelmente e sem problemas.

Mas quando se trata de uma doença mais complicada, de características crónicas, então a informação é muito importante.

O caso mais típico é o da diabetes, em que a educação do doente – aqui entendida como a dieta que ingere, o exercício que faz, a medicação que toma, etc. – é absolutamente essencial para um correcto e eficaz tratamento.

Mas também a informação é essencial na ausência de doença, nomeadamente na adopção de estilos de vida saudáveis e de medidas preventivas eficazes.

Mas onde se encontra a informação de qualidade e relevante para o problema médico que o preocupa?

Existem muitas fontes, a começar pelo seu médico assistente, claro. Também o programa como este – o Harvard Medical School Portugal -fornece essa informação. O que deve evitar é ir à internet sem critério, já que a maior parte dos dados que obtém são falsos e, sob o ponto de vista científicos, errados.