Dicas sobre Saúde

Contacte o seu médico sempre que um bebé com menos de dois  meses apresentar sintomas de gastroenterite.

Anúncios

Dicas sobre Saúde

A maior parte dos casos de gastroenterite duram cerca de dois a três dias, mas a criança pode continuar a apresentar fezes moles durante mais de uma semana.

Mitos e Crenças: A vacinação pode causar autismo nas crianças.

Prof. António Vaz Carneiro

Mitos e Crenças na Saúde: A vacinação pode causar autismo nas crianças. Neste vídeo, o Prof. António Vaz Carneiro alerta para a importância de vacinar as crianças, de acordo com o Plano Nacional de Vacinação, e explica a relação infundada entre o autismo e a vacinação.

Veja o vídeo aqui:

Dicas sobre Saúde

Sabia que os vírus constituem a causa mais comum de diarreia infeciosa nas crianças com menos de cinco anos de idade.

Obstipação

Dr. Pedro Azevedo

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobreObstipação” com Dr. Pedro Azevedo: Obstipação

Leia o texto do áudio aqui:

Embora a frequência normal das dejecções varie consoante o indivíduo, cerca de 95% dos adultos saudáveis apresentam um padrão que pode variar de três vezes por dia até três vezes por semana.
A obstipação é mais frequente acima dos 65 anos e define-se como uma frequência de dejecções menor do que a esperada ou fezes duras, secas e difíceis de expelir. Este sintoma está, na maioria dos casos, associado a um estilo de vida sedentário e a medicação ou a outros factores que desidratam e aumentam a consistência das fezes, causando desconforto à sua passagem, como seja dieta pobre em fibras ou ingestão insuficiente de líquidos. Existem doenças que se podem associar a obstipação, como é o caso das hemorróidas, síndrome do cólon irritável, cancro do cólon ou hipotiroidismo.
A maioria das pessoas com obstipação simples pode fazer o diagnóstico e tratar-se a si própria alterando o estilo de vida, praticando exercício e ingerindo mais líquidos. Se estas medidas não forem eficazes, a pessoa deve consultar o seu médico, principalmente se se associar sangue nas fezes, dores ou distensão abdominal. Na abordagem ao doente será necessária a realização de um toque rectal e eventualmente uma colonoscopia.

Leia o artigo aqui:

Diarreia do viajante

Fonte:

Tradão e Edição de Imagem

Científica:

 

Adaptação Científica:

Dr. Tiago Villanueva

Validação Científica:

Prof. Carla Rolanda

O que é?

A diarreia do viajante é uma infeção intestinal que afeta cerca de 50% das pessoas que visitam países em vias de desenvolvimento, e resulta da ingestão de alimentos ou água contaminados.

Esta condição é geralmente causada por bactérias (mais frequentemente a E. coli), mas pode ser provocada igualmente por vírus e parasitas. A diarreia geralmente não é grave e regride sem tratamento, no entanto, quando a diarreia é muito aquosa e ocorre com muita frequência pode ocorrer desidratação, que constitui o maior perigo da diarreia do viajante.

Leia o resto deste artigo »

Diarreia

Fonte:

Tradão e Edição de Imagem

Científica:

 

Adaptação Científica:

Dr. Nuno Ferreira

Validação Científica:

Prof. Carla Rolanda

O que é?

A diarreia consiste na presença de dejeções mais frequentes e mais líquidas do que o normal. Este problema é frequentemente causado por uma infeção gastrointestinal, por bactérias, vírus ou parasitas. As bactérias causam diarreia quer pela agressão da mucosa intestinal perturbando a absorção, quer pela produção de uma toxina que leva o intestino a segregar mais água. Quando a diarreia é causada por alimentos contaminados com bactérias ou com parasitas, as pessoas referem-se frequentemente a esta situação como intoxicação alimentar. Leia o resto deste artigo »