Fenómeno de Raynaud

Prof. José Fernandes e Fernandes

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “ Fenómeno de Raynaud ” com o Prof. José Fernandes e Fernandes:  Fenómeno de Raynaud

As pessoas com fenómeno de Raynaud observam e sentem alterações nos dedos das mãos e dos pés quando estes são expostos ao frio. A pele fica descorada ou pálida e, em seguida, azul. Os dedos das mãos e dos pés podem ficar com uma sensação de formigueiro ou de entorpecimento. Quando é reaquecida, a pele torna-se rosada ou vermelha.

Quando uma pessoa saudável se encontra num ambiente frio, os pequenos vasos sanguíneos da pele contraem-se, ou estreitam-se, num esforço para conservarem o calor. Nas pessoas com um fenómeno de Raynaud, esta resposta natural ao frio é extrema, observando-se um estreitamento e redução do fluxo sanguíneo sobretudo a nível dos dedos das mãos e dos pés.

O efeito deste fenómeno pode ser dramático e assustador, mas é temporário e raramente perigoso. A causa do fenómeno de Raynaud não é conhecida.

Leia o artigo aqui: Fenómeno de Raynaud

O exercício previne a doença cardiovascular?

Fonte:

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Drª. Ana Correia

Validação Científica:

Prof. António Vaz Carneiro

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Cardiologia pelo Prof. Jaime Correia de Sousa: O exercício previne a doença cardiovascular?

Leia o artigo aqui:

A doença cardiovascular é a principal causa de morte em Portugal e inclui a aterosclerose (a acumulação de depósitos de gordura no interior das artérias), o ataque cardíaco (enfarte do miocárdio) e o acidente vascular cerebral. A doença cardíaca e o acidente vascular cerebral constituem ainda causas importantes de incapacidade.

Estudos realizados na década de 1940 confirmaram uma associação entre níveis mais elevados de actividade física e taxas mais baixas de doença cardíaca. Em 2008, investigadores que analisaram minuciosamente os dados provenientes de múltiplos estudos, verificaram que indivíduos com níveis elevados e moderados de actividade física durante os períodos de lazer tinham um menor risco de doença cardíaca (menos 27% e 12%, respectivamente), em comparação com indivíduos com níveis baixos de actividade física.

Leia o resto deste artigo »

Dicas sobre Saúde

Sabia que o consumo excessivo de carne vermelha pode levar ao desenvolvimento de várias doenças como cancro e doença cardiovascular?