Dicas sobre Saúde

O leite materno é o alimento ideal para o bebé! Informe-se com o seu médico e consulte legislação sobre a adaptação do horário de trabalho.

Anúncios

Perguntas Frequentes sobre o seu filho de 12 meses!

Fonte:

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Dr. Nuno Ferreira

Validação Científica:

Profª. Jeni Canha

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Pais e Filhos, pelo Prof. Jaime Correia de Sousa: Perguntas Frequentes sobre o seu filho de 12 meses!

Leia o artigo aqui:

Ao passar do leite artificial para o leite de vaca, posso usar leite magro em vez de leite gordo?

O primeiro aniversário do bebé marca a altura em que os médicos geralmente recomendam a mudança do leite artificial para o leite de vaca, atendendo a que o ferro, as vitaminas e outros nutrientes se encontram nos alimentos sólidos ingeridos pela criança. O leite gordo e outros lacticínios são importantes uma vez que constituem fontes importantes de cálcio, proteínas, vitamina D, gordura e calorias.

O leite meio gordo (com 1 ou 2% de gordura) e o leite magro NÃO são apropriados para as crianças durante os primeiros dois anos de vida, uma vez que estes leites não contêm gordura nem calorias suficientes em comparação com o leite gordo. Os bebés e as crianças mais jovens apresentam um crescimento rápido e têm necessidades elevadas de energia. A gordura do leite gordo proporciona um combustível importante para o crescimento e desenvolvimento apropriado do cérebro. Além disso, o leite magro apresenta proporcionalmente demasiadas proteínas e sódio (presente no sal) para uma criança com um ano de idade.

Quando o seu filho atinge os dois anos de idade pode ingerir leite meio gordo ou leite magro juntamente com o resto da família. A criança pode mesmo começar a seguir uma dieta saudável para o coração, o que significa que as calorias proporcionadas pelas gorduras não excedam um terço do seu total e que o consumo de colesterol por dia não ultrapasse os 300 mg, tal como nas crianças mais velhas e nos adultos.

Leia o resto deste artigo »

Sofre de intolerância à lactose? Saiba como aliviar alguns sintomas.

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Drª.Carolina Vaz Macedo

Validação Científica:

Prof. Carla Rolanda

Leia o artigo aqui:

O que é?

A intolerância à lactose constitui uma causa comum de cólicas abdominais, de distensão (inchaço) abdominal e de diarreia.

Esta situação ocorre quando o organismo não tem lactase uma enzima intestinal em quantidade suficiente. A função da lactase é degradar a lactose, o principal açúcar do leite. Quando a lactose é degradada nas formas mais simples de açúcar, estes açúcares simples podem ser absorvidos para a circulação sanguínea.

Na digestão normal, a lactose é digerida no intestino delgado sem libertação de bolhas gasosas; mas quando esta substância não é adequadamente digerida, passa para o cólon (intestino grosso), onde as bactérias degradam alguma lactose, produzindo hidrogénio. A lactose restante capta igualmente água para dentro do cólon. Assim a quantidade suplementar de gás e de água conduz ao aparecimento de sintomas, tais como cólicas, diarreia, distensão (inchaço) abdominal e flatulência (gases).

Leia o resto deste artigo »

Perguntas Frequentes: o primeiro mês do seu bebé

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Dr. Nuno Ferreira

Validação Científica:

Profª Guiomar Oliveira

Leia o artigo aqui:

O meu bebé chora muito. Porque será?

O seu bebé chora muito porque tem muito para dizer. Chorar constitui uma das poucas formas de que um bebé dispõe para se expressar. Os recém-nascidos passam entre uma a quatro horas por dia a chorar.
  
Como pai ou como mãe, gostaria de compreender o que o bebé está a querer dizer de cada vez que chora, mas isto nem sempre é fácil. Ele pode estar a dizer-lhe que está com a fralda molhada, com fome, cansado, com frio ou muito simplesmente aborrecido. Por vezes o bebé está a expressar mais do que uma sensação ou emoção; outras vezes pode chorar sem motivo aparente. Curiosamente, com o tempo, os pais serão capazes de distinguir os choros do seu bebé pela tonalidade. Mas lembre-se que todos os bebés apresentam periodicamente episódios de choro que desafiam as explicações simples.

Leia o resto deste artigo »