Questionário: Prevenir a obesidade infantil desde a gravidez

A gravidez é a primeira oportunidade para iniciar a prevenção da obesidade infantil no seu bebé.Teste os seus conhecimentos em:

Questionário Prevenir a obesidade infantil desde a gravidez

Anúncios

Obesidade Infantil: da raridade à epidemia

Dr. Davide Carvalho

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “ Obesidade Infantil: da raridade à epidemia ” com o Dr. Davide Carvalho:  Obesidade Infantil: da raridade à epidemia

A obesidade infantil é um fenómeno recente e preocupante. Com efeito, no século XIX era tão rara que 2 irmãos com obesidade infantil nascidos em Turim, Itália, foram passeados por toda a Europa, inclusive em Portugal, num circo onde foram observados como fenómenos extraordinários. Infelizmente hoje em dia é comum: 1/3 das crianças portuguesas tem excesso de peso e obesidade. Se pensarmos que uma criança obesa aos 6-11 anos tem um risco de 30% a 50% de ser um adulto obeso; se pensarmos que um adolescente obeso tem 75% probabilidades de ser um adulto obeso, percebemos a dimensão do problema. Para a maioria das crianças a causa da obesidade é uma predisposição genética (pais/familiares obesos) acrescida do efeito de um ambiente gerado de obesidade, traduzido por comportamentos sedentários associados a elevado consumo de alimentos densamente energéticos. Nestas crianças, o tratamento é mais eficaz se forem utilizadas técnicas motivacionais de forma a encorajar os pais a adoptarem modificações do estilo de vida bem como medidas preventivas num contexto familiar.

Papa Bem: alimentar é educar!

Profª Isabel Loureiro

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “ Papa Bem: alimentar é educar! ” com a Profª Isabel Loureiro:  Papa Bem: alimentar é educar!

O combate à obesidade infantil é considerado um dos maiores desafios para a Saúde Pública do séc XXI.

O ambiente atual pode estimular comportamentos menos saudáveis. Alimentação saudável e uma vida ativa, especialmente nos primeiros tempos de vida, são muito importantes para criar gostos e hábitos que protegem a criança.

As refeições da criança são oportunidades únicas para promover preferências alimentares saudáveis e aprender a partilhar com a família os afetos e as vivências do seu dia a dia.

É bom sentarem-se todos à mesa, num ambiente tranquilo, sem distrações, como brinquedos e a televisão. As quantidades que se põem no prato devem ser adequadas à idade da criança e há que respeitar o seu ritmo e sinais: de fome, de que já está satisfeita, ou de que precisa de uma pausa. Obrigar, ralhar ou castigar a criança para comer é desaconselhado.

Os pais devem saber que são a sua principal referência. Assim, comer bem, praticar atividade física com o seu filho, explicar-lhe os porquês das escolhas são um bom começo. Contribui para o desenvolvimento físico, emocional e a adquirir hábitos que previnem situações, como a obesidade.

Obesidade Infantil: Gerações em Risco

Dra. Maria Daniel Vaz Almeida

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre “ Obesidade Infantil: Gerações em Risco” com a Dra. Maria Daniel Vaz Almeida:  Obesidade Infantil: Gerações em Risco

O excesso de peso e a obesidade na infância constituem um problema de saúde pública de enormes proporções e repercussões a nível mundial. A gravidade do problema é tal que se pode falar de gerações em risco. Mas não se estará a dramatizar ao falar de “gerações em risco”? Não, o que se quer transmitir é que a obesidade é efetivamente uma doença. E é uma doença crónica. Isto é, pode ser controlada mas não tem cura. E quanto mais cedo na vida se instalar maiores serão as consequências para os indivíduos e para a sociedade. Na verdade, nas crianças, a ingestão alimentar excessiva em relação aos gastos provoca não só aumento do volume das células gordas mas também um aumento do seu número. Esta é uma das razões para a doença se tornar crónica e em parte explica a dificuldade que os obesos têm em perder peso e em se manterem assim. Daí ser imprescindível prevenir a doença, o que começa logo à nascença com o aleitamento materno.

O meu filho pode ser obeso?

"Uma abordagem à obesidade infantil"

Qualquer criança pode vir a ser obesa. Acompanhar o crescimento da criança é essencial para o diagnóstico, o tratamento e para a prevenção da obesidade infantil. Tal acompanhamento é feito nas consultas de saúde infantil de rotina. Estas consultas são oportunidades únicas para identificar sinais de alerta de que a criança está em risco de ter obesidade. Assim, é possível atuar com medidas de prevenção e tratamento antes que a obesidade se instale.

Saber como é feito o acompanhamento do crescimento da criança e quais os principais sinais de alerta para o risco de obesidade infantil pode ser muito importante. Desta forma, será muito mais fácil esclarecer as suas dúvidas, procurar a ajuda necessária junto dos profissionais de saúde, e contribuir para a prevenção da obesidade na sua criança. Confira a seguir.

Peso e altura: a primeira análise

O primeiro passo para fazer o diagnóstico da obesidade ou identificar sinais de alerta para o risco de obesidade é acompanhar o crescimento da criança através do seu peso e altura.

Leia o resto deste artigo »

Obesidade infantil: um assunto que nos diz respeito

"Uma abordagem à obesidade infantil"

Certamente já ouviu falar em obesidade infantil. Mas talvez ainda não tenha noção da gravidade deste problema. Na verdade, cerca de uma em cada quatro das nossas crianças já tem excesso de peso antes de entrar para a escola. Por outro lado, muitas vezes as pessoas não dão grande importância ao excesso de peso da criança pequena. Contudo, o excesso de peso mesmo em crianças muito pequeninas já tem um impacto negativo para a saúde.

O projeto Papa Bem pretende informar a respeito deste assunto, com foco especial para o período entre a gravidez e os 5 anos de idade.

Ao ler este texto terá a oportunidade de saber porque é que a obesidade infantil é considerada uma doença crónica, o que leva uma criança a ficar obesa, e quais as consequências da obesidade para a saúde das crianças. Dedique alguns minutos do seu tempo e descubra porque é que este assunto também lhe diz respeito.

Leia o resto deste artigo »

Questionario sobre: O que já sei sobre a obesidade infantil

"Uma abordagem à obesidade infantil"

Teste o seu conhecimento sobre a abesidade infantil e faça o questionário: O que já sei sobre a obesidade infantil