Convulsões febris

Fonte:

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Dr. Hugo Dias

Validação Científica:

Profª Guiomar Oliveira

O que são?

As convulsões febris ocorrem nas crianças e são causadas por febre elevada ou por um aumento súbito da temperatura corporal. Estas convulsões ocorrem geralmente no início do episódio febril, coincidindo com a subida térmica,. As convulsões febris afectam cerca de 3 a 5% das crianças e são mais comuns entre os seis meses e os cinco anos de idade.

O que é uma convulsão?

As células nervosas cerebrais (neurónios) comunicam umas com as outras através de pequenos sinais eléctricos. Quando alguém tem uma convulsão, a forma como as células nervosas transmitem os sinais altera-se subitamente, fazendo com que diferentes músculos do corpo se contraiam ou sofram espasmos incontroláveis.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Varicela

Fonte: 

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Dr. André Carvalho

Validação Científica:

Drª Fernanda Rodrigues

O que é?

A varicela é uma infecção muito contagiosa que causa uma erupção cutânea vesiculosa e pruriginosa. Esta doença é causada pelo vírus varicela-zoster (VVZ), que entra no organismo através da boca e do nariz, depois do contacto com uma pessoa infectada.

Uma pessoa com varicela pode transmitir a doença para outra pessoa desde um dia antes da erupção cutânea e até que todas as vesículas tenham formado crostas. Após um indivíduo ter tido uma infecção pelo vírus da varicela, quase sempre desenvolve uma imunidade para toda a vida, o que significa que geralmente não volta a ter esta doença novamente. As crianças que são infectadas numa idade muito jovem constituem uma excepção. Estas crianças geralmente apresentam casos mais ligeiros e podem não desenvolver uma protecção suficiente contra a doença, podendo, deste modo, apresentar esta infecção novamente numa fase mais tardia da vida.

Atendendo a que a varicela é muito contagiosa, 90% dos familiares do doente irão igualmente desenvolver a doença se residirem na mesma casa e não se encontrarem já imunizados. Actualmente os casos de varicela ocorrem frequentemente em grupos (epidemias) e de um modo geral no final do Inverno e no princípio da Primavera. Em alguns países, como em Espanha e na Alemanha, o número de casos de varicela diminuiu dramaticamente devido à vacina contra a varicela, que foi aprovada e se encontra recomendada para todas as crianças.

A varicela é um infecção desconfortável que, na maior parte dos casos, desaparece espontaneamente. No entanto, a varicela também pode estar associada a complicações graves, incluindo a morte. Aproximadamente uma em cada 100 crianças infectadas pela varicela irá desenvolver uma complicação grave como uma infecção pulmonar grave (pneumonia), uma infecção cerebral (encefalite) ou raramente um problema no fígado. Podem igualmente ocorrer infecções cutâneas graves. Os adolescentes e os adultos que desenvolvem varicela apresentam igualmente um risco elevado de desenvolvimento de complicações graves.

Leia o resto deste artigo »