O que é o Tremor Essencial?

Prof. Mario Miguel Rosa

Oiça, o áudio sobre o Tremor Essencial, pelo Prof. Mário Miguel Rosa:O que é o Tremor Essencial?

Leia o texto do áudio aqui:

O tremor essencial consiste no “estremecer” constante, involuntário e incontrolável das mãos, membros, cabeça ou voz. Por vezes, o tremor é uma reacção natural do organismo a situações de fadiga, irritação ou medo. Este também pode ser um efeito secundário do abuso de cafeína, de acção medicamentosa, ou de privação ou desmame de uma droga ou de um medicamento. Todavia, quando estes tremores ocorrem durante actividades quotidianas normais, e sem motivo físico, químico ou emocional aparente, podemos estar perante uma doença do foro neurológico designada por tremor essencial.

O tremor essencial distingue-se da doença de Parkinson, uma outra doença do foro neurológico, porque, ao contrário desta última, o tremor essencial é mais notório quando o corpo está em actividade, como por exemplo quando escreve ou serve uma bebida.

O tremor essencial é muito mais vulgar do que a doença de Parkinson.

Anúncios

O que é a doença de Parkinson?

Prof. Mario Miguel Rosa

Oiça, o áudio sobre Doença de Parkinson, pelo Prof. Mário Miguel Rosa: O que é a doença de Parkinson?

Leia o texto do áudio aqui:

A doença de Parkinson é uma doença do sistema nervoso central que provoca distúrbios dos movimentos do corpo, incluindo:

  • movimentos corporais lentos
  • tremores
  • aumento da contracção  dos músculos
  • equilíbrio instável
  • dificuldade na marcha

Leia o resto deste artigo »

O que é a Doença de Parkinson?

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Drª. Ana Correia

Validação Científica:

Prof. Mario Miguel Rosa

Leia aqui o artigo:

O que é?

A doença de Parkinson é uma doença do sistema nervoso central que provoca distúrbios dos movimentos do corpo, incluindo:
  • tremores
  • rigidez muscular (aumento da contracção dos músculos)
  • movimentos corporais lentos
  • postura instável
  • dificuldade na marcha
A doença de Parkinson desenvolve-se quando determinadas células nervosas (neurónios) cerebrais morrem. Estes neurónios produzem uma substância química denominada dopamina que ajuda a transmitir as mensagens entre áreas do cérebro que controlam os movimentos corporais. Quando estes neurónios morrem, são produzidos níveis anormalmente baixos de dopamina, o que dificulta o controlo da tensão muscular e dos movimentos.