Fibromiomas

O que é?

Um fibromioma é uma massa ou tumor no útero que não é canceroso. Os fibromiomas podem ser tão pequenos como uma ervilha ou tão grandes como uma bola de basquetebol. Geralmente são redondos e cor-de-rosa e podem crescer em qualquer local no interior ou na superfície exterior do útero.

Cerca de 30% das mulheres com mais de 30 anos de idade têm fibromiomas e estes geralmente surgem entre os 35 e os 45 anos. Algumas mulheres têm uma maior probabilidade a apresentarem fibromiomas, incluindo as mulheres de raça negra, as mulheres que nunca estiveram grávidas e as mulheres que têm a mãe ou uma irmã com fibromiomas.

A causa dos fibromiomas é desconhecida. No entanto, os estrogénios, que são hormonas femininas, parecem desempenhar um papel na estimulação do crescimento de alguns fibromiomas. Leia o resto deste artigo »

Anúncios
Publicado em Doenças. Etiquetas: , , . 1 Comment »

Exame Ginecológico

Raquel Correia

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobreExame ginecológico” com a Raquel Correia: Exame ginecológico

Leia o texto do áudio aqui:

O exame ginecológico é uma observação médica que permite avaliar a saúde da vagina, do útero, das trompas de Falópio e dos ovários.

Inicialmente, o médico observa a vagina e o colo do útero, utilizando para esse efeito um aparelho para separar as paredes da vagina, designado espéculo. Nesta fase, poderão ser visíveis corrimentos vaginais ou cervicais anormais que podem significar uma infeção.

Em seguida, o médico realiza o exame bimanual, pressionando simultaneamente a parte inferior do abdómen com uma mão, e fazendo pressão com um ou dois dedos, dentro na vagina. Nesta altura, o médico procura determinar o tamanho e forma do útero, palpar os ovários e detetar massas suspeitas.

Para identificar doenças ou problemas não observáveis a olho nu, o médico pode realizar um rastreio de rotina, como um teste de Papanicolau, ou um exame diagnóstico, como uma biopsia do endométrio ou uma colposcopia.

Leia o artigo aqui: Exame ginecológico

Teste de Papanicolaou

Sofia Ribeiro

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre o Teste de Papanicolaou com Sofia Ribeiro: Teste de Papanicolaou

Leia o texto do áudio aqui:

O teste de Papanicolaou, ou colpocitologia, é o procedimento de rastreio para o cancro do colo do útero, sendo utilizado principalmente para detetar alterações pré-cancerosas que podem evoluir para uma neoplasia maligna.

Em Portugal, é recomendado que o teste de Papanicolaou seja feito pelas mulheres com idades entre os 25 e 60 anos, com vida sexual ativa, durante o exame ginecológico de rotina. As mulheres devem evitar duches vaginais e relações sexuais nos três dias anteriores ao exame. Ao fim de três testes negativos com um ano de intervalo, o exame passa a ser realizado em intervalos de dois a três anos.

O exame envolve raspar suavemente o colo do útero para obter uma amostra de células que serão enviadas para o laboratório e examinadas ao microscópio para pesquisar alterações. No entanto, é um procedimento seguro e indolor que permite à mulher regressar de imediato às suas normais atividades diárias.

Leia o artigo aqui: Teste Papanicolaou

Cancro do colo do útero

Fonte: 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

 

Adaptação Científica:

Dr. André Carvalho

Validação Científica:

Dr. Ricardo da Luz

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Cancro pelo Prof. Ricardo da Luz: Cancro do Colo do Útero

Faça o Quiz aqui: Questionário sobre Cólo do Útero

Leia o artigo aqui:

O que é?

O colo do útero é uma estrutura pequena que, constituindo a entrada do útero, faz a ligação entre este e a vagina.

O cancro do colo do útero começa na camada mais superficial do colo do útero, denominada de epitélio cervical. Aqui têm início as pequenas alterações que posteriormente tornam as células epiteliais normais em células cancerosas que se multiplicam descontroladamente. O cancro do colo do útero cresce, em geral, de forma lenta e permanece confinado ao revestimento do colo do útero durante cerca de 10 anos. Quando o cancro do colo do útero se estende para além desta camada, invadindo em profundidade, aumenta o risco de invadir os órgãos próximos, incluindo o útero, a vagina, a bexiga e o recto.

Leia o resto deste artigo »

Teste de Papanicolaou (colpocitologia)

Fonte: 

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Drª.Carolina Vaz Macedo

Validação Científica:

Prof. Dr. Calhaz Jorge

O que é?

O teste de Papanicolaou (ou colpocitologia) é um exame utilizado para detectar a presença de cancro e de situações pré-cancerosas do colo do útero. Se um teste de Papanicolau detectar uma lesão pré-cancerosa (uma alteração na superfície do colo do útero que pode evoluir para um cancro), o médico pode tratar ou remover o tecido anormal para prevenir a sua evolução. Se o teste de Papanicolau detectar um cancro do colo do útero nos seus estádios mais iniciais, pode ser possível tratar e curar o cancro antes que este se dissemine.

Em quase todos os casos, as alterações pré-cancerosas ou o cancro na superfície do colo do útero são causadas por uma infecção viral pelo papilomavírus humano (HPV). Alguns tipos de HPV causam verrugas genitais, enquanto outros podem causar um cancro. A maior parte das pessoas que estão infectadas pelo HPV não tem sintomas, mas pode disseminar o vírus para outras pessoas. O HPV é transmitido através de contacto sexual com uma pessoa infectada.

Leia o resto deste artigo »