A utilização da física e da matemática para detectar a redução do aporte de oxigénio ao bebé.

Prof. Diogo Campos

Oiça, em 1 minuto, o áudio sobre Gravidez, pelo Prof. Diogo Ayres Campos: A utilização da física e da matemática para detectar a redução do aporte de oxigénio ao bebé.

Leia o texto do áudio aqui:

Como é que a física e a matemática podem ajudar na análise do ritmo cardíaco do bebé e na avaliação do seu estado de oxigenação? O registo da actividade dos sistemas fisiológicos contém informação que, descodificada correctamente, permite avaliar a integridade física e funcional destes sistemas.

 
Ao longo dos últimos anos, uma equipa de investigadores da Universidade de Harvard  desenvolveu métodos de análise de sinais fisiológicos que se baseiam em conceitos derivados da física estática e da teoria da informação. Este grupo demonstrou que a complexidade do ritmo cardíaco dos adultos se degrada com o envelhecimento e com vários tipos de doença.
No Programa Harvard Medical School-Portugal, este “know-how” do grupo de Harvard irá ser conjugado com a experiencia do grupo da Universidade do Porto na avaliação da frequência cardíaca do bebé durante a gravidez, de forma a desenvolver uma tecnologia que permita reduzir o número de fetos que são afectados pela redução do aporte de oxigénio.
Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: