Fibromiomas

O que é?

Um fibromioma é uma massa ou tumor no útero que não é canceroso. Os fibromiomas podem ser tão pequenos como uma ervilha ou tão grandes como uma bola de basquetebol. Geralmente são redondos e cor-de-rosa e podem crescer em qualquer local no interior ou na superfície exterior do útero.

Cerca de 30% das mulheres com mais de 30 anos de idade têm fibromiomas e estes geralmente surgem entre os 35 e os 45 anos. Algumas mulheres têm uma maior probabilidade a apresentarem fibromiomas, incluindo as mulheres de raça negra, as mulheres que nunca estiveram grávidas e as mulheres que têm a mãe ou uma irmã com fibromiomas.

A causa dos fibromiomas é desconhecida. No entanto, os estrogénios, que são hormonas femininas, parecem desempenhar um papel na estimulação do crescimento de alguns fibromiomas. Leia o resto deste artigo »

Publicado em Doenças. Etiquetas: , , . 1 Comment »

Dicas sobre Saúde

Sabia que, embora os sintomas da paralisia de Bell sejam assustadores, 85% das pessoas com este problema recuperam completamente ao fim de alguns meses.

Dicas sobre saúde

Os sintomas precoces de uma Paralisia de Bell incluem alteração da sensibilidade numa porção da face, dor no ouvido, aumento da audição ou alterações no paladar.

Dicas sobre Saúde

Sabia que o rastreio pré-natal efetua-se com base na idade materna, na ecografia fetal e níveis sanguíneos de certas substâncias.

Dicas sobre Saúde

Sabia que  algumas pessoas têm tipos de epilepsia não controlados com antiepiléticos, podendo muitos destes casos ser tratados com cirurgia.

Epilepsia

Fonte:

 

Tradão e Edição de Imagem Científica:

Adaptação Científica:

Drª. Ana Sofia Correia

Validação Científica:

Dr. Alexandre Campos

O que é?

A epilepsia é uma doença do sistema nervoso que causa alterações repetidas, súbitas e breves da actividade eléctrica do cérebro, manifestando-se por crises epilépticas recorrentes. As crises epilépticas são episódios de descarga anormal e excessiva de células nervosas cerebrais, que afectam temporariamente a forma como a pessoa se comporta, move, pensa ou sente. Um indivíduo pode ter uma crise epiléptica sem ter epilepsia e sem ter uma doença do sistema nervoso (o que pode acontecer, por exemplo, por alterações dos iões ou diminuição da glicose no sangue, privação de álcool nos alcoólicos ou ingestão de drogas).

Existem dois tipos principais de crises epilépticas:

  • Uma crise epiléptica generalizada primária envolve todo o cérebro e provoca perturbação do estado de consciência.
  • Uma crise epiléptica focal ou parcial começa numa área cerebral, afectando apenas uma parte do cérebro. No entanto, uma crise parcial pode transformar-se numa crise epiléptica generalizada (crise parcial com generalização secundária). Leia o resto deste artigo »

Dicas sobre Saúde

Para diagnosticar uma epilepsia o médico baseia-se numa história clínica completa, exame físico pormenorizado e um eletroencefalograma.